Circulação
Avaré, Arandu,
Águas de Santa Bárbara,
Cerqueira César,
Iaras, Itaí, Manduri,
Paranapanema,
Piraju e Óleo
Logo-Jornal a Comarca

27

Assinatura-Jornal a Comarca

Informações Sobre assinatura

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone para contato (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Digite o código para enviar sua mensagem.Obrigado
captcha

Logo-Jornal a Comarca

Hoje é segunda-feira , 20 de novembro de 2017 - Avaré - SP

relogio

Trabalhos de Nilva Calixto estão estimados em R$ 5,2 milhões

Gesiel Júnior
Especial para A Comarca

Apoiada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (Condephac), a Secretaria da Cultura organizou na noite da última quinta-feira, 19, na Câmara Municipal, audiência pública para apresentar o projeto de restauro do Santuário Nossa Senhora das Dores, desenvolvido pelos restauradores Nilva Calixto e Sylésio Soares.

“Essa iniciativa permite a cidadãos e empresas aplicar parte de seu Imposto de Renda na necessária recuperação da nossa linda igreja. Avaré não pode perdê-la. É o seu maior patrimônio artístico, o seu berço histórico”, destacou o secretário da Cultura, Diego Beraldo.

Empresários, professores e estudantes de Artes estavam entre os presentes no encontro que atraiu também o pároco do Santuário, cônego Alberto Campezato, interessado na conservação do templo, um pontos pontos turístico da cidade.

Orçado em R$ 5,2 milhões, os trabalhos podem ser feitos em até 5 anos, segundo previsão dos restauradores, tempo calculado para restaurar afrescos espalhados por mais de 2.200 metros quadrados e fazer a impermeabilização das paredes e do teto da bela igreja.

Aprovado em agosto pelo Ministério da Cultura, o projeto autoriza os restauradores a captar apoio da iniciativa privada para iniciar a recuperação de pinturas sacras, a maioria do pintor esloveno Francisco Paulovic, que decorou a primeira igreja matriz da cidade entre os anos de 1942 e 1947. “O estado atual dessas obras sacras apresenta alto grau de perda progressiva e sua recuperação é urgente sob pena de perda total da obra, cujo significado patrimonial é de grande importância para a região”, observou o restaurador Sylésio Soares.

Lei Rouanet- A expectativa da Paróquia do Santuário é obter recursos junto a pessoas físicas pagadoras de Imposto de Renda (IR), que apresentam declaração completa, ou empresas tributadas com base no lucro visando a execução do projeto, segundo prescreve a Lei Rouanet.

“Os agentes incentivadores que apoiarem o projeto poderão ter o total do valor deduzido do imposto devido (artigo 18), dentro dos percentuais permitidos pela legislação tributária. Empresas, até 4% do imposto devido; pessoas físicas até 6% do imposto devido”, explicam os restauradores.

Para conhecer o projeto em detalhes e apoiar a iniciativa os interessados podem entrar em contato com Nilva Calixto pelos telefones (14) 3765-6150 ou 99631-0734.

20 out 17
Voltar
Edições
Cadernão
Publicidade
Jornal A Comarca
Quer Falar com o Jornal A Comarca?

Endereço: Avenida Gilberto Filgueiras, 1402 - Avaré - SP
Cep: 18706-240

e-mail:
redacao@jornalacomarca.com.br
j.acomarca@terra.com.br
comercial@jornalacomarca.com.br

Telefones do Jornal A Comarca (14) 3733-2023 / 3733-2633

Desenvolvido por: Junqui Net