Circulação
Avaré, Arandu,
Águas de Santa Bárbara,
Cerqueira César,
Iaras, Itaí, Manduri,
Paranapanema,
Piraju e Óleo
Logo-Jornal a Comarca

27

Assinatura-Jornal a Comarca

Informações Sobre assinatura

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone para contato (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Digite o código para enviar sua mensagem.Obrigado
captcha

Logo-Jornal a Comarca

Hoje é segunda-feira , 26 de junho de 2017 - Avaré - SP

relogio

Uma comissão formada pelos vereadores Francisco Barreto, Alessandro Rios, Coronel César Morelli e Cabo Sergio Luiz Fernandes irá fiscalizar e acompanhar a execução das obras de duplicação da Rodovia João Mellão (SP-255), em Avaré.

A iniciativa foi do vereador Ernesto Albuquerque, que apresentou um requerimento na sessão da Câmara de segunda-feira, 29, que acabou sendo aprovado por unanimidade. O petista justificou o pedido destacando que a obra é de fundamental importância para Avaré e também para a região.

O pediu surgiu após a Comarca publicar uma matéria informando que o projeto original de duplicação do trecho urbano da SP-255 em Avaré teria sido alterado.

Na oportunidade, o jornal destacou que a passagem inferior localizada próximo à entrada do Jardim Europa não seria mais ampliada – contrariando o projeto original, que previa a passagem de pelo menos dois carros. Conforme a execução da obra, é visível que o espaço da passagem suporta somente um veículo, prejudicando os moradores de sete bairros e também de proprietários de diversas propriedades rurais.

“Recentemente, diversos fatos relacionados à obra têm sido motivo de destaque e polêmica na mídia e nas redes sociais. Deste modo, a Câmara de Avaré deve participar desse processo e a instalação da referida Comissão seria uma alternativa adequada”, justificou o petista.

O documento foi aprovado por unanimidade. “É muito importante para Avaré e também para a região essa comissão e isso será servirá de exemplo para todas as cidades ao longo da SP-255. Com a formação desta comissão, vai ser possível fiscalizar e verificar o andamento da obra, e se teve alguma alteração no projeto”.

O vereador Jairinho do Paineiras destacou que a mudança no projeto estaria gerando prejuízos à população. “Importante essa comissão para analisarmos o andamento da obra. Muito se comentou sobre o pontilhão (passagem inferior) que era de uma mão única e foi feito uma benfeitoria para que essa passagem melhorasse o fluxo de veículos e não estão melhorando em nada. Uma obra cara como essa deveria ser para melhorar, não para permanecer o que já tinha, alguma coisa está errada e por isso a importância da fiscalização, porque qualquer pessoa vê que aquilo não está correto”.

AUDIÊNCIA – Já o vereador Francisco Barreto sugeriu que a comissão convoque representantes da CCP/SP Vias, concessionária da SP-255 em Avaré e também as empreiteiras envolvidas na obra de duplicação. “Faço uma sugestão para que essa comissão convoque representantes da CCR/SP Vias e todas as empresas envolvidas na duplicação para que seja marcada uma audiência pública com urgência nesta Casa para esclarecimentos dos fatos que estão ocorrendo e isso precisa ser rápido”.

O vereador Alessandro Rios destacou que teria ocorrido mudança no projeto no acesso ao Bairro Terras de São José. “Vamos pleitear melhorias, principalmente no acesso a Terras de São José que tivemos o projeto alterado, tem a questão do viaduto que foi alterado. Temos que unir forças”.

PETIÇÃO – Inconformados com as alterações no projeto, munícipes se organizaram e criaram uma petição on-line solicitando que a passagem inferior a SP-255 seja ampliada para a passagem de dois veículos e que seja instalado no local uma passarela superior para pedestres.

“Os bairros Presidencial, Santa Mônica, São Rogério, Duílio Gambini e Golf Country tinham três saídas e com a reforma terá apenas uma saída onde a passagem será somente para um carro por vez. Nas audiências públicas, toda narrativa era que no local seria reconstruída a passagem inferior para passar dois carros. Este local será o único acesso de saída no sentido centro, onde temos cerca de 20% da população e carros neste local”, diz o texto.

A petição destaca ainda que a passagem de pedestre que fica dentro da passagem inferior, o que não atenderia a acessibilidade: “O morador terá que atravessar a marginal, que no local é uma curva em descida, ficando altamente perigoso. O Plano Diretor indica o crescimento somente naquela região, já existindo três novos loteamentos previstos somente neste ano”.

PREFEITURA – Em nota, a Prefeitura destacou que a Secretaria de Obras do município “já estabeleceu contato com a concessionária para tratar dos dois temas, além de outros que foram solicitados pelo Ministério Público que esta acompanhando possíveis danos ambientais provocados pela obra”.

Segundo a Prefeitura, até o momento a CCR/SP Vias não teria se manifestado aos questionamentos enviados.

05 jun 17
Voltar
Edições
Cadernão
Publicidade
Jornal A Comarca
Quer Falar com o Jornal A Comarca?

Endereço: Avenida Gilberto Filgueiras, 1402 - Avaré - SP
Cep: 18706-240

e-mail:
redacao@jornalacomarca.com.br
j.acomarca@terra.com.br
comercial@jornalacomarca.com.br

Telefones do Jornal A Comarca (14) 3733-2023 / 3733-2633

Desenvolvido por: Junqui Net