Circulação
Avaré, Arandu,
Águas de Santa Bárbara,
Cerqueira César,
Iaras, Itaí, Manduri,
Paranapanema,
Piraju e Óleo
Logo-Jornal a Comarca

27

Assinatura-Jornal a Comarca

Informações Sobre assinatura

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone para contato (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Digite o código para enviar sua mensagem.Obrigado
captcha

Logo-Jornal a Comarca

Hoje é domingo , 24 de setembro de 2017 - Avaré - SP

relogio

Da Redação

Em sessão extraordinária realizada na segunda-feira, 5, os vereadores da Câmara de Avaré aprovaram, por unanimidade, a liberação de mais R$ 38 mil para as despesas com a 35ª edição da Feira Avareense da Música Popular (Fampop).

Durante a discussão do projeto, o vereador Ernesto Albuquerque criticou os gastos com o festival e o local escolhido para sediar o evento. Afirmando que shows mais em conta poderiam ter sido contratados, ele falou que “não houve modicidade nos gastos” e que poderia ter sido utilizado o espaço do Centro Cultural para “não precisar gastar uma fortuna com o festival na Emapa”.

O petista também mencionou a situação de crise: “Acho que foi um erro do governo, apesar de ser favorável que a Fampop não pode parar, mas poderia fazer um festival mais módica, diante da situação de crise que estávamos passando”.

FALIDA – Já o vereador Carlos Estati destacou que o festival estaria falido. O democrata disse ser favorável à liberação de R$ 38 mil para o evento, porém disse que poderá rever sua posição em 2018.  “Vamos colocar dinheiro da Fampop e vamos ver no que vai dar”.

A vereadora Adalgisa Ward disse temer pelos gastos, devido à crise financeira que o município vem enfrentando. “O nível cultural é muito bom e gostaria que a Fampop durasse para sempre, mas tememos diante do cenário financeiro que estamos passando”.

Durante sua fala, o vereador Cabo Sérgio cobrou a presença do secretário de Cultura, Diego Beraldo, após a realização da Fampop para prestar contas do evento “…para que dessa forma não surjam dúvidas. Vamos cumprir o papel do vereador e cobrar a prestação de contas da Fampop”, argumentou.

QUEDA DE PÚBLICO – Já Alessandro Rios defendeu a contratação de shows mais populares:  “O que a gente tem observado nos últimos anos é uma queda de público da Fampop. Nós tivemos agora a apresentação de uma Fampop inovadora, pelo menos no seu formato. Estamos tendo diversos empresários que estão entrando com patrocínio, pois eles estão acreditando no evento. Existe uma inovação sendo realizada. Em três dias 900 convites e 45 mesas foram vendidas para o evento e isso é significativo”.

O líder do governo na Câmara, vereador Coronel Morelli, seguiu a mesma linha de Rios e disse que bandas mais conhecidas atraem um público maior. “Tem que trazer shows bons na Fampop. Se trazer com músicos para shows para poucos, a presença de pessoas para o evento vai ser pequena. Agora com essas bandas que estão sendo contratadas, vai atrair pessoas e interesse de patrocinadores”.

NOVO FORMATO – O petista Francisco Barreto citou os gastos estimados com o evento, que foram divulgados pela Comarca na última edição: “Nesse novo formato teremos um público diferente. Eu espero que as coisas aconteçam, pois se os gastos divulgados na Comarca, de cerca de R$ 450 mil, vai ser fora da realidade que estamos vivendo no município, mas vou torcer pelo evento”.

A questão da responsabilidade foi colocada pelo presidente da Casa de Leis, Toninho da Lorsa: “O valor de R$ 38 mil é bem justo. Agora se esses R$ 400 mil que está se estimando saírem da iniciativa privada, está de parabéns, só que os gastos têm que ocorrer com responsabilidade. Agora vamos cobrar no final do evento. Torço para que dê certo e fico feliz em buscar parcerias”.

A Fampop será realizada entre os dias 13 e 16 de setembro no Parque de Exposições Dr. Fernando Cruz Pimentel e contará com os shows de Flávio Thempo, John Brass Orquestra, Jota Quest e a Banda Titãs, que será a patrona deste ano.

OUTROS PROJETOS – Os vereadores aprovaram ainda o projeto que institui o Programa de Recuperação Fiscal – Refis e outro que autoriza o município a firmar acordo para pagamento de débitos destinados ao Fundo Municipal de Manutenção do Corpo de Bombeiros de Avaré (Fumboar). Ambos os PLs foram aprovados por unanimidade.

08 set 17
Voltar
Edições
Cadernão
Publicidade
Jornal A Comarca
Quer Falar com o Jornal A Comarca?

Endereço: Avenida Gilberto Filgueiras, 1402 - Avaré - SP
Cep: 18706-240

e-mail:
redacao@jornalacomarca.com.br
j.acomarca@terra.com.br
comercial@jornalacomarca.com.br

Telefones do Jornal A Comarca (14) 3733-2023 / 3733-2633

Desenvolvido por: Junqui Net