Circulação
Avaré, Arandu,
Águas de Santa Bárbara,
Cerqueira César,
Iaras, Itaí, Manduri,
Paranapanema,
Piraju e Óleo
Logo-Jornal a Comarca

27

Assinatura-Jornal a Comarca

Informações Sobre assinatura

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone para contato (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Digite o código para enviar sua mensagem.Obrigado
captcha

Logo-Jornal a Comarca

Hoje é segunda-feira , 18 de dezembro de 2017 - Avaré - SP

relogio

Santander responde a Moção de Repúdio na Câmara

Da Redação

Um ofício elaborado pelo Chefe do Escritório de Relações Institucionais de Brasília, Marcelo Sperandio, enviado à Câmara Municipal de Avaré, apresenta resposta à Moção de Repúdio aprovada pela Casa de Leis contra a instituição bancária em razão da exposição “Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira”, exibida durante o mês de agosto no Santander Cultural, em Porto Alegre.

Composta por 264 obras, a exposição ganhou repercussão nas redes sociais por ter alegações genéricas de apologia a pedofilia e zoofilia. Por conta de boicotes, o Santander interrompeu a exposição antes do prazo previsto, que seria em outubro.

DECISÃO – Segundo o ofício protocolado na Câmara, o Banco Santander afirma que “não defende ou propaga outra ideologia em valor da crença e destaca que tem como único intuito em patrocinar o referido Centro Cultural em busca de um espaço neutro e de convívio”.

A instituição esclarece ainda que “…ao constatar a discórdia na sociedade, foi decidido o encerramento da obra em 10 de setembro. A decisão foi tomada para que o Centro Cultural não servisse de palco para violência e agressões”, acrescenta.

O ofício ainda aborda a visita dos promotores do Ministério Público do Rio Grande do Sul e representantes da Vara de Infância e Juventude, “os quais constataram a ausência de sugestão ou incitação à pedofilia”.

“Dessa forma, nos colocamos à disposição para qualquer outro esclarecimento que se faça necessária, pois apoiamos sempre o diálogo, a compreensão e a boa-fé”.

REPÚDIO – De autoria do vereador Cabo Sérgio, a Moção de Repúdio alegava que a exposição afrontava abertamente os valores morais da sociedade e da maioria dos cristãos do nosso país, “sob o pretexto de incentivo à cultura”.

Na sessão em que a Moção foi apreciada, o autor da propositura afirma que repudia “veemente esse comportamento que agridem a moral e os bons costumes. Esse tipo de obra deve ser direcionada apenas aos minúsculos grupos que as apoiam”, destacou.

A moção foi aprovada e apenas os vereadores Estati, Barreto do Mercado e Ernesto Albuquerque votaram contra. O vereador Ernesto questionou o fato de a exposição inteira ter sido censurada, sendo que não foram todas as obras questionadas pelo seu conteúdo.

24 nov 17
Voltar
Edições
Cadernão
Publicidade
Jornal A Comarca
Quer Falar com o Jornal A Comarca?

Endereço: Avenida Gilberto Filgueiras, 1402 - Avaré - SP
Cep: 18706-240

e-mail:
redacao@jornalacomarca.com.br
j.acomarca@terra.com.br
comercial@jornalacomarca.com.br

Telefones do Jornal A Comarca (14) 3733-2023 / 3733-2633

Desenvolvido por: Junqui Net