Circulação
Avaré, Arandu,
Águas de Santa Bárbara,
Cerqueira César,
Iaras, Itaí, Manduri,
Paranapanema,
Piraju e Óleo
Logo-Jornal a Comarca

28

Assinatura-Jornal a Comarca

Informações Sobre assinatura

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone para contato (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Digite o código para enviar sua mensagem.Obrigado
captcha

Logo-Jornal a Comarca

Hoje é quinta-feira , 19 de julho de 2018 - Avaré - SP

relogio

Velha guarda e liderança jovem do MDB de Avaré rechaçam declarações de deputado

Executiva estadual do partido teceu críticas às direções anteriores avareenses tentando responsabilizá-las pelos maus resultados nas urnas

Da Redação

O atual Diretório Municipal do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Avaré, ao que tudo indica, está passando por uma crise interna que envolve a chamada “velha guarda” do partido, aliada com um grupo denominado Liderança Jovem, e a nova diretoria provisória indicada pela Executiva Estadual, que tem na presidência a advogada Carla Flores.

Em recente entrevista concedida ao Jornal A Comarca, a nova presidente do MDB de Avaré, Carla Flores, declarou que foi procurada pela Executiva Estadual do partido para que assumisse a presidência do Diretório Municipal, pois a assembleia realizada no mês de agosto de 2017, que elegeu uma nova diretoria avareense, não foi aprovada em decorrência de algumas eventuais irregularidades.

Ainda na reportagem veiculada, o deputado estadual Jorge Caruso, membro da Executiva Estadual, foi enfático ao dizer que há tempos o Diretório Municipal de Avaré não vem trabalhando a contento, principalmente no que diz respeito ao resultado das urnas nas últimas eleições gerais.

DESFILIAÇÕES – O clima de discórdia no MDB avareense é visível e isso vem provocando baixas importantes no partido, com pedidos de desfiliações de políticos de renome como do ex-prefeito Miguel Paulucci. Além disso, a matéria do Jornal A Comarca provocou revolta em vários membros da chamada “velha guarda”, e também de novas lideranças como da presidente eleita em agosto de 2018, a advogada Silmara Rodrigues, que fez questão de elaborar um comunicado à redação do jornal .

Comunicado dos filiados do MDB de Avaré- A edição nº 1.228 (25 a 31/05/2.018) do Jornal A Comarca de Avaré, publicou uma entrevista feita com o Deputado Estadual Jorge Caruso, membro da Executiva Estadual do MDB de São Paulo e com Sra. Carla Flores, atual Presidente de Diretório Municipal, provisório, do MDB de Avaré.

Nesta entrevista o deputado Caruso tece várias críticas às direções anteriores do Diretório Municipal, tenta responsabilizá-los pelos maus resultados nas urnas do MDB e termina sugerindo que “esse pessoal” faça uma autorreflexão; por sua vez, a Sra. Carla Flores dá declarações que também não procedem com a verdade.

Atendendo a sugestão do “nobre” deputado, a chamada “velha guarda” juntamente com a nova liderança que estava se formando do MDB avareense, fez sua autorreflexão cujos resultados passamos agora a divulgá-los pois os consideramos de suma importância para esclarecer a situação desagradável e desnecessária que a Executiva Estadual causou ao nosso partido em Avaré.

O MDB de Avaré tem uma história de sucesso em nosso município. Desde a década de 70 exerceu posição de grande destaque na política local, mais especificamente em 1976, quando elegeu 6 vereadores de uma Câmara de 13 membros. Em 1982 elegeu o Prefeito Municipal, Paulo Dias Novaes, com ampla maioria de votos, sendo que também elegeu 80% dos vereadores da época.

Iniciou-se aí, portanto, uma história de sucesso do então PMDB em Avaré e no Estado de São Paulo, nas gestões de Montoro e, especialmente, do Governador Orestes Quércia.

Sucessivamente, durante mais de 18 anos, o PMDB foi maioria entre os vereadores da Câmara Municipal e esteve representado no Executivo por Paulo Dias Novaes (83-88), Fernando Pimentel, que ingressou no PMDB durante seu mandato (89-92) e Miguel Paulucci (93-96).

É obrigatório salientar que, durante este período, sob a tutela do grande líder Orestes Quércia, o PMDB de Avaré tinha relação intima com o PMDB estadual, a ponto de, no período de 94 a 96 ter Paulo Dias Novaes como Deputado Federal.

Época de grande sucesso e amizade entre os representantes do partido. A Executiva estadual participava da gestão do PMDB local, se fazendo presente, dando respaldo e tentando atender todas as solicitações existentes, sempre com muito diálogo e respeito.

No período de 96 a 2012 o PMDB local não teve êxito nas eleições majoritárias municipais apesar de sua ativa participação nas campanhas municipais, com candidato próprio ou através de coligação de partidos. Porém, sempre elegeu um grande número de vereadores, com excelente votação.

Em 2012 o PMDB local venceu as eleições municipais vindo a assumir, novamente, o Executivo municipal, de 2013 a 2016.

Existem diferenças significativas entre o PMDB de 1970 a 2000 e do PMDB de 2000 para cá.

Historicamente, o PMDB sempre teve, nas eleições estaduais e federais, representantes candidatos aos cargos majoritários – Presidente e Governador, e candidatos ao cargo de Senador.

Após 2002, o PMDB, tanto na esfera estadual como nacional, deixou de ser protagonista, ou seja, praticamente não teve mais candidatos próprios a nenhum dos cargos mencionados acima.

Em 2010 não teve NENHUM candidato a Governador, Vice-Governador ou Senador. Orestes Quércia lançou-se candidato a Senador na época, mas, por motivos de saúde, teve que abandonar a disputa.

A base e os diretórios municipais ficaram sem rumo, perdidos, pois não havia um apoio definido a algum candidato. Naquela eleição o PMDB elegeu apenas um único Deputado Federal, tendo recebido 2,5% dos votos aos candidatos a Deputado Federal do Estado, que elegeu 70 Deputados. Não diferente foi a eleição de apenas 05 (cinco) Deputados Estaduais, tendo o PMDB recebido cerca de 4,5% de votos do Estado para o Cargo de Deputado Estadual, sendo que a Assembleia Legislativa é composta de 94 Deputados!!

No ano de 2014, o PMDB lançou candidato próprio a Governador – Paulo Skaf. O PMDB de Avaré não fugiu à sua responsabilidade, se engajou e apoiou sua candidatura. A votação de Skaf em Avaré foi a maior de toda a nossa região, ficando entre as 10 maiores  dos municípios que eram administrados pelo PMDB, bem como, nas cidades maiores de nosso entorno, obtendo uma das melhores votações, superando a média estadual, que foi de 21.3%. A votação em Avaré foi de 24,34%, o que demonstra claramente que a “velha guarda” do PMDB avareense, trabalhou sim e com afinco em prol dos candidatos do partido.

Nas eleições proporcionais, o desempenho do PMDB no Estado continuou sofrível em 2014. Elegeu apenas 02 (dois) Deputados Federais e 05 (cinco) Deputados Estaduais. Continuou com margens de votação jamais superiores a 5% do Estado (3,75% para Federal e 4,88% para Estadual).

O Deputado Caruso tenta atribuir o mau desempenho eleitoral do PMDB ao município de Avaré. O PMDB estadual, desde a morte de nosso grande líder Orestes Quércia, deixou de ser e ter com as bases municipais, uma relação mais fraterna. Passou a utilizar-se de uma relação mais arbitrária, punitiva, sem procurar um diálogo com nossos membros.

O PMDB municipal de Avaré sempre foi bem nas eleições municipais e não tão bem nas eleições estaduais e federais, especialmente nas eleições para os cargos de Deputado Estadual e Federal. Qual o vínculo que nosso município teve com os candidatos a Deputado Estadual e Federal de nosso partido nas eleições de 2010 e 2014? Quantas vezes fomos visitados por algum destes candidatos? Estes candidatos tiveram algum custo em suas campanhas em nosso município? Os candidatos que detinham mandato auxiliaram nosso município com emendas parlamentares ou outras formas de colaboração com o município?

Em resumo – FOMOS ABANDONADOS PELOS DIRIGENTES ESTADUAIS DE NOSSO PARTIDO E MANTIVEMOS O PARTIDO ATIVO ATRAVÉS DO SUCESSO QUE SEMPRE TIVEMOS EM ELEIÇÕES MUNICIPAIS. A forma atual de dirigir o partido, em ano eleitoral que traz o Sr. Paulo Skaf novamente como candidato do partido, é, no mínimo reprovável. É época de “ciscar para dentro e não ciscar para fora” como diriam especialistas em eleições e partidos.

Não podemos deixar de citar que o PMDB nacional está nas manchetes dos escândalos que nosso país é vítima, e nossos maiores dirigentes nacionais figuram entre os suspeitos de escabrosos casos de corrupção.

Na entrevista o “nobre” deputado demonstra seu espírito “democrático” quando, ao mesmo tempo que convida “esse pessoal” para o diálogo, afirma, categoricamente que “quanto a possibilidade de eles dirigirem o partido, eu posso garantir, pela Executiva estadual, que isso não existe. Eles vão ficar sob a direção da Carla…”.

Clara demonstração de autoritarismo uma vez que o “digníssimo” representante da Executiva estadual, com essa categórica afirmação, confirma seu desprezo pela legitimidade do voto uma vez que sabemos, os diretórios municipais são escolhidos pelo voto legítimo dos filiados ao partido! Ou seja, o deputado já antecipou o resultado das urnas: a Sra. Carla Flores já está eleita presidente do diretório municipal do MDB de Avaré, independente de eleições.

Concordamos com o deputado quando diz que “não existe partido do Prefeito, não existe partido do Poio, não existe partido da Carla, …” porém, não custa lembrá-lo que o partido também não é da Executiva estadual, muito menos desse ou daquele deputado, afinal, vivemos num país no qual o sistema político é “Democrático”.

Quanto à Sra. Carla Flores é importante destacar que a mesma foi candidata a Vereadora nas últimas eleições municipais, obtendo uma votação importante graças ao cargo comissionado como Coordenadora do Procon – Avaré, que ocupou durante o Governo municipal de Poio Novaes no período de 2013 a 2016. Tal fato é evidente, posto que, por muitos anos ela morou em outro Estado, aqui chegando às vésperas da eleição que elegeu Poio Novaes, embora com respeitáveis raízes na cidade, havia perdido totalmente referência de sua pessoa. Claro que teve sim méritos na direção do Procon, porém, sua boa votação não se deveu única e exclusivamente a tal.

A Sra. Carla Flores, nesta e em outras entrevistas, distorce a verdade quando diz que não recebeu nenhum apoio do partido local, uma vez que teve sim apoio do ex-prefeito Paulo Novaes e o apoio decisivo em sua campanha da ex-vereadora Rosângela Paulucci, campeã de votos em nossa cidade.

Também não procede a afirmação de “que nunca foi procurada pelos velhos políticos do partido e que não possui vínculo com prefeitos anteriores” Exatamente no momento que MDB de Avaré, após as últimas eleições, buscava a renovação do diretório municipal, a Sra. Carla Flores foi inúmeras vezes procurada e convidada para construção dessa agenda, porém, ela sistematicamente se recusou a participar e dar a sua contribuição ao partido. Preferiu se ausentar das reuniões e debates.

Sentimos que, infelizmente, a Sra. Carla Flores está sendo utilizada como instrumento da Executiva estadual para abalar a relação fraterna e amistosa que sempre existiu entre os filiados do MDB de Avaré.

Faltou diálogo sim, mas, sobretudo, sobrou desrespeito, desconsideração e autoritarismo!

O MDB avareense tem sua história galgada na integridade e trabalho, contando com nomes de conduta ilibada como Paulinho Novaes, Fernando Pimentel, Miguel Paulucci, Poio Novaes, Rosangela Paulucci e tantos outros, que, com dedicação e seriedade trabalharam em prol do povo avareense. Assim, muito embora tenham sido desrespeitosas as afirmações proferidas pelos entrevistados na edição n.º 1228, não serão meia dúzia de palavras proferidas por pessoas sem vinculo com essa cidade que mudará o trabalho realizado. Temos nossa consciência tranquila!

Finalizando, diante desse breve relato, fruto de nossa autorreflexão, sugerimos ao Partido e especialmente ao “nobre” deputado Caruso que rediscuta a sua conduta de, praticamente nos expulsar do atual MDB e ainda, que façam as suas AUTORREFLEXÕES e vejam se existe VERGONHA em suas condutas.

Topo Voltar
Jornal A Comarca
Quer Falar com o Jornal A Comarca?

Endereço: Avenida Gilberto Filgueiras, 1402 - Avaré - SP
Cep: 18706-240

e-mail:
redacao@jornalacomarca.com.br
j.acomarca@terra.com.br
comercial@jornalacomarca.com.br

Telefones do Jornal A Comarca (14) 3733-2023 / 3733-2633

Desenvolvido por: Junqui Net